~*~ Birdcage ~*~

    Compartilhe

    Hoshi Camui
    Last Song

    Feminino
    Número de Mensagens : 790
    Idade : 27
    Localização : Kyoto ~ Nihon
    Humor : Apaixonada pelo Gackt
    Pontos : 262
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 21/02/2008

    ~*~ Birdcage ~*~

    Mensagem por Hoshi Camui em Qua Mar 12, 2008 4:49 pm

    Hikari no naka de mita osanai kioku wa
    Kegareta kono boku ni wa ima mo toosugite
    Yami no naka, kimi no na o nando mo sakenda
    Owaranai toki no naka de kimi shika inakute

    Aganau koto sae dekizu ni boku o tojikomeru
    Inoru koto shika dekinakute...kanashimi wa ienai

    Ajisai no nureta ha no ichimai chigitta
    Mizutamari ni ukabete kimi o omoidasu

    Ameagari no yuugure ni kasuka ni kikoeta tooku no fune no kiteki
    Naze ka kanashikute

    Yurusarenai no nara subete ga kiereba ii
    Kanashimi mo itami mo nani mo iranai sekai e

    Aganau koto sae dekizu ni boku o tojikomeru
    Inoru koto shika dekinakute...kanashimi wa ienai
    Yasashiku naita sora kara kikoeta kimi no koe mo
    Namida o ukabeta mama waratta boku ni wa mienai...

    Hikari no naka de mita osanai kioku wa
    Oto no nai egao sae ima wa ureshikute
    Nido to modorenai ano koro ni mo
    Boku-tachi wa waratteita


    _________________

    Hoshi Camui
    Last Song

    Feminino
    Número de Mensagens : 790
    Idade : 27
    Localização : Kyoto ~ Nihon
    Humor : Apaixonada pelo Gackt
    Pontos : 262
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 21/02/2008

    Re: ~*~ Birdcage ~*~

    Mensagem por Hoshi Camui em Qua Mar 12, 2008 4:49 pm

    Gaiola

    Vi uma memória inocente dentro da luz
    Mas para o meu estado corrupto atual isso está muito distante
    Dentro da escuridão grietei o seu nome várias vezes
    Neste hora que nãoi acaba nunca só você está aqui

    Só podendo me compensar eu me fecho
    Só podendo rezar...não posso chamar de tristeza

    Arranquei um folha de hortênsia molhada
    Boiando no acumulo de água me lembro de você

    O apito do navio que ouvi vagamente no crepúsculo após a chuva
    Não se por que era triste

    Se é imperdoável basta fazer tudo sumir
    A um mundo onde não se precisa de dro e nem tristeza

    Só podendo me compensar eu me fecho
    Só podendo rezar...não posso chamar de tristeza
    Ouvi sua voz do céu que chorou gentilmente
    Ainda boiando na lágrima eu não consigo ver

    A lembrança inocente que vi em meio a luz
    Fico contente com um sorriso sem som
    Naquele tempo no qual não poderemos mais voltar
    Estávamos rindo


    _________________

      Data/hora atual: Qui Dez 08, 2016 4:58 am