Malice Mizer ~ Gackt ~ Au Revoir

    Compartilhe

    Hoshi Camui
    Last Song

    Feminino
    Número de Mensagens : 790
    Idade : 27
    Localização : Kyoto ~ Nihon
    Humor : Apaixonada pelo Gackt
    Pontos : 262
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 21/02/2008

    Malice Mizer ~ Gackt ~ Au Revoir

    Mensagem por Hoshi Camui em Dom Jun 08, 2008 12:50 pm

    itsumo futaribun no hibiku ashioto ga tsudzuiteta michi de
    karehatete shimatta gairojutachi ga
    ookiku natta hohaba wo kidzukaseta

    kata ni sure chigau chiisana ochiba ga mata sora ni modotte
    sonna fuki susabu kaze sae mo ima wa naze ka itoshikute
    sotto hohoendeita

    madobe ni motareru minareta sugata ga
    kageru hizashi ni utsushidasarete kieru
    afureru omoi ni tsubuyaita kotoba wa
    "semete yume ga sameru made..."

    motto

    anata wo dakishime nemuritai
    yasashii kioku ni kawatta ima de sae mo
    kono ude de dakishime nemuritai
    deatta koro no futari no au revoir

    madobe ni motarete zawameku namiki ni
    sotto tsubuyaku onaji kotoba wo mou ichido...
    ano toki no sugata ga mienakunatte mo
    semete yume no naka dake wa

    motto

    anata wo dakishime nemuritai
    yasashii kioku ni kawatta ima de sae mo
    kono ude de dakishime nemuritai
    deatta koro no ano hi no mama no
    futari no au revoir

    anata wo dakishime nemuritai

    kono ude de dakishime nemuritai


    _________________

    Hoshi Camui
    Last Song

    Feminino
    Número de Mensagens : 790
    Idade : 27
    Localização : Kyoto ~ Nihon
    Humor : Apaixonada pelo Gackt
    Pontos : 262
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 21/02/2008

    Malice Mizer ~ Gackt ~ Au Revoir ~ Tradução

    Mensagem por Hoshi Camui em Dom Jun 08, 2008 12:51 pm

    Adeus...

    Os passos de duas pessoas que sempre continuam na estrada
    ressoaram
    A fruta murchou, o caminho está forrado com árvores
    Como eu caminhei eu notei o grande tamanho delas.

    Uma pequena folha impropriamente escova seu ombro e cai,
    Enquanto tenta novamente voltar para o céu.
    Aquela selvagem respiração do vento:
    Eu queria saber por que isso é tão igualmente querido pra mim
    agora.
    Sorrindo docemente.

    Apoiado na vidraça da janela, a figura que eu não pude ver,
    A sombra refletida pelos raios de sol sai e desaparece.
    Nas transbordantes recordações, eu murmurei as palavras
    “Pelo menos até despertar do sonho...”

    Mais
    Eu quero dormir, abraçando-lhe.
    Isto muda de dentro as suaves recordações, igual à agora.
    Eu quero dormir enquanto seguro-lhe em meus braços.
    O tempo de quando nós nos encontramos parece só...

    Apoiado na vidraça da janela, as fileiras de árvores e os
    sussurros na rua
    Eu murmuro suavemente as mesmas palavras mais uma vez...
    Eu não posso ver a figura, Eu vejo então
    Pelo menos isto só está em um sonho.

    Mais
    Eu quero dormir, abraçando-lhe.
    Isto muda de dentro as suaves recordações, igual à agora.
    Eu quero dormir enquanto seguro-lhe em meus braços.
    O tempo de quando nós nos encontramos, igual aquele dia,
    Parecia só...

    Eu quero dormir, abraçando-lhe.

    Eu quero dormir enquanto seguro-lhe em meus braços.


    _________________

      Data/hora atual: Dom Dez 11, 2016 4:50 am